O be-a-bá das tortas

20/04/2013 19:28

Todos sabem que, para fazer uma torta existem algumas regrinhas que não podemos deixar de fazer para que a torta se transforme em um espetáculo, como por exemplo deixar a massa descansar no tempo e ambiente ideal, abrir a massa de forma correta, forrar a fôrma ou assadeira que irá utilizar da maneira certa para evitar bolhas... e blá, blá, blá!

Mas a pergunta em questão é: Como fazer tudo perfeito?

E como nós do Refoga Caseira queremos ver você se transformar em um grande mestre na cozinha, iremos explicar tudo tim-tim por tim-tim de todos os passos necessários para se preparar a torta dos sonhos.

Até porque, cozinhar não é só seguir uma receita. Cozinhar é aprender todas as técnicas para prepar a receita que você escolheu e agregar seu toque pessoal sem prejudicar textura e sabor.

Pronto para aprender?


Todos merecem um descanso
Imagina você depois de um longo dia de trabalho chegar numa festa à noite e querer abalar geral! Pois é... desastre total!

Com a torta acontece a mesma coisa. Depois que trabalhamos a massa até ficar homogênea, é necessário deixá-la descansar para dar o próximo show.

O tempo mínimo de descanso das massas é de 30 minutos. E para que ela não resseque, é importante embrulha-lá em plástico-filme e levá-la a geladeira.

 

Abrindo os trabalhos
Para abrir a massa, é necessário polvilhar a bancada onde ela será aberta e polvilhar também o rolo que usaremos para abri-la. Desta forma, a massa abrirá com mais facilidade e não grudará.

Com o rolo de abrir, posicione-o sempre do centro da massa e deslize-o para as bordas sem pressioná-lo demais. Nunca faça movimentos vai-e-vem, faça somente movimentos em uma única direção: do centro para a borda!

Faça esses movimentos, girando em sentido horário ou anti-horário (você define) até a massa estar aberta por completa e na espessura desejada.

Se preferir, você pode esticar um plástico-filme na bancada, colocar a massa sobre ele e cobrir com outro pedaço de plástico-filme para abrir a massa, sem se preocupar se a massa irá grudar (porque não vai) e sem precisar utilizar mais farinha para ficar polvilhando toda hora.

 

As escolhas
Se puder optar sempre escolha sempre o uso de fôrmas com fundo removível para facilitar na hora de desenformar sua torta.

Caso não possa optar, não se desespere! Untando sua fôrma da maneira correta, você conseguirá desenformar sua torta sem muito esforço. Se ficar com medo da torta quebrar, você pode servir na própria assadeira decorando a torta e desviando os olhares do recipiente em que ela se encontra. Afinal, depois da primeira mordida, ninguém vai querer saber aonde a torta foi servida.

 

Evitando prejuízos

Para que sua torta não quebre, não faça bolhas e cozinhe de maneira uniforme é necessário forrar a fôrma perfeitamente. Para isso, você precisará abrir a massa da base da torta sempre 5mm maior que a assadeira- Centralize a assadeira e verifique se em toda a sua volta há uma média de 5mm de distância.

Caso negativo, pegue o rolo de abrir e continue abrindo a massa até chegar nesta medida. Caso positivo é hora de forrar a fôrma.

Enrole a massa frouxamente no próprio rolo de abrir (não pressione!), fazendo um único movimento como se estivesse fazendo um rocambole. E levante-o sobre a fôrma e desenrole a massa com cuidado.

Pegue uma parte da borda da massa e levante com cuidado, de modo a encaixar uma parte no fundo da fôrma e outra parte na borda da fôrma (essa técnica de levantar a borda, evita que você puxe a massa para baixo e ela rasgue). Repita o processo por todas as bordas até a massa ficar bem no fundo e por toda lateral da fôrma. Dê uma leve pressionada na borda para evitar bolhas de ar. 

Depois retire as sobras que estão acima da borda da fôrma.

Fazendo estes procedimentos você terá uma base de torta perfeita.

 

A hora do "vamos ver!"

O primeiro passo para assar a torta é pré-aquecer o forno.
Para evitar as bolhar de ar durante o cozimento da massa da torta, faça furos na base da massa que está forrando a fôrma (com o auxílio de um garfo) antes de levá-la ao forno.

Com excessão da massa frola, massa podre e massa fofa é necessário assar parcialmente a massa antes de colocar o recheio, desta forma a massa ficará bem sequinha e crocante. Quando for realizar esse cozimento parcial, cubra a massa com papel-manteiga ou papel-alumínio e despeje grãos de feijão para fazer peso e manter o formato redondinho da massa, evitando que as bordas se soltem.

 

Podemos deixar o trabalho para depois?

Caso tenha preparado toda a massa e queira fazê-la em outro dia você poderá congelar a massa. Porém, isso só poderá acontecer se congelar a massa já aberta e forrada na fôrma de alumínio. 

Você pode congelar a massa pré-cozida (assando-a parcialmente), a massa crua, ou a torta pronta.

Se congelar a massa pré-cozida sem recheio, você poderá levá-la do congelador ao forno diretamente. A única coisa necessária é cozinhar 5 minutos a mais do que pede a receita.

Se congelar a pré-cozida com o recheio (veja as restrições para congelar determinados ingredientes), você deve deixar descongelar em temperatura ambiente para depois levá-la ao forno.

Se congelar a massa crua, deve ser descongelada antes de ir ao forno para ficar bem sequinha.

Sabendo que, a massa folhada pode ser congelada por até 3 meses e a torta salgada pode ser congelada por até 6 meses.

 

Mas o bom mesmo, é preparar a torta e comer no mesmo dia, né? Quem não fica curioso para ver o resultado final?

Esperamos que com todas essas dicas a sua torta se torne especial.

Boas fornadas para você!

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!